Covid-19: Respire!

Em primeiro lugar gostaria de pedir um favor: RESPIRE!! Pare tudo e respire com calma pois estamos passando por uma turbulência sem previsão de acabar. Se a previsibilidade e a rotina trazem estabilidade e segurança, temos que arrumar meios de ficar sãos sem nenhuma das duas. Querendo ou não, os pais são o termômetro da casa e uma das suas principais funções é filtrar a dureza do mundo externo possibilitando às crianças que se sintam fortes o suficiente para dar conta dos desafios. Já tem muito adulto em pânico se sentindo impotente frente a tudo o que está acontecendo então vamos pensar em maneiras de amenizar a situação?? 

Comecemos pelo excesso de informação. Estar ligada em tudo o que está sendo dito te adoecerá mais do que o Covid-19 já que o sistema imunológico está diretamente associado à saúde emocional. Mantenha-se atualizado para saber que medidas tomar porém ouvir 20 audios de recomendações médicas não o ajudarão a estar melhor preparado e ainda vão gerar mais ansiedade.

Em momentos de crise vivemos um dia de cada vez. Foque nas conquistas diárias que podem ser desde a arrumação de um armário até uma conversa com os filhos. Todos sabem que é muito irritante tentar fazer algo com filhos pequenos exigindo atenção! Experimente parar e dar-lhes a atenção que estão pedindo por 10 minutos. Mas tem que realmente entrar na brincadeira com eles! Cumprir a sua tarefa depois provavelmente será mais fácil (até ser solicitado a parar novamente rs).

Já com os adolescentes o problema é convencê-los de que não são invencíveis! Pensam que nada os atingem e se colocam em posição de risco. Para piorar a capacidade de compreensão, eles fazem parte dos menos atingidos diretamente. Esses sim precisam que alguém lhes mostre a situação mundial forçando-os a sair de seu mundinho pessoal.

As trocas interpessoais não estão sendo cortadas e sim modificadas. A tecnologia nos permite ficar conectados com quem está longe desde que usada da maneira correta. Não são apenas as reuniões de trabalho que podem acontecer online. Jogos lúdicos tipo de tabuleiro também existem. Além disso, teremos a oportunidade de interagir com quem está ao nosso lado coisa que a correria do dia a dia tem dificultado. 

No entanto o contato mais assustador de todos está sendo consigo mesmo. Estamos tão acostumados a nos distrair para não pensar e não sentir que desaprendemos a conectar e enfrentar nossos medos. Essa fuga não só está sendo tolhida como aumentada pela incerteza futura. Volto a repetir: RESPIRE! De as mãos à essa criança interior que está assustada e vamos passar por isso juntos.

Roberta Beczkowski 

@grupo_ninho

CRP 29369-05